Profissionais de outros ramos migram para a construção civil

Homens e mulheres se qualificam para entrar nesta área.
Em Santos, há cursos de solda e elétrica.

Profissionais de diversos ramos estão procurando cursos direcionados a diversas áreas da construção civil, segundo o Sindicato dos Trabalhadores da Construção Civil. Em Santos, no litoral de São Paulo, o sindicato viu a necessidade de qualificar mais profissionais e abriu cursos gratuitos.

Ariana Maria dos Santos, de 20 anos, trabalhava como garçonete. Ela se formou como soldadora e, em dois meses, já estava empregada. Atualmente ela dá aulas de solda e quer crescer cada vez mais na carreira. “Eu conheci a solda por meio da minha patroa e hoje eu amo a minha profissão, adoro tudo que faço”, diz.

O porteiro Marcos dos Santos busca uma chance no setor industrial ou da construção civil. Para isso, decidiu aprender a profissão. Quando eu cheguei aqui eu não sabia o que era um maçarico e agora eu estou aprendendo. É tudo diferente”, conta ele.

O curso de elétrica tem sido bastante procurado. Alex Pereira, que trabalha como motorista de ônibus, conta que viu os amigos mudando de área e resolveu estudar para fazer o mesmo. “O ramo de motorista está muito perigoso, está tendo muito assalto. Aprender uma profissão nova é melhor”, diz.

As aulas no Sindicato dos Trabalhadores da Construção Civil duram, em média, dois meses. Bernadete Trajano, a diretora do Sindicato, diz que são 560 vagas abertas distribuídas em vários cursos na área de elétrica e solda.

Quem participa das aulas gratuitas recebe diploma e certificado no Senac. Não é preciso ter experiência. As inscrições pode ser feitas até o dia 23 de julho e é necessário levar RG, CPF e comprovante de residência, além de ser maior de 18 anos. O Sindicato dos Trabalhadores da Construção Civil fica na rua Júlio Conceição, 100, no bairro Vila Mathias, em Santos. O telefone para outras informações é o (13) 3326-0212.

Fonte: http://g1.globo.com