PAC da mobilidade vai investir R$ 7 bilhões em 75 municípios

Presidente Dilma espera que demanda da construção civil gere emprego nas cidades

A presidente Dilma Rousseff anunciou nesta quinta-feira (19) um investimento de R$ 7 bilhões em cidades de pequeno e médio porte por meio do PAC da Mobilidade (Programa de Aceleração do Crescimento voltado para obras de mobilidade urbana).

Segundo a presidente, 75 municípios, com número de habitantes entre 250 mil e 700 mil, serão contemplados. Governos e prefeituras já podem enviar as propostas para que o Planalto faça a seleção.

A expectativa da presidente Dilma é movimentar a economia das pequenas e médias cidades, estimulando o setor de construção civil.

– É uma contribuição que as cidades darão, numa perspectiva de médio prazo, para que haja uma melhoria nas condições de vida. Ao mesmo tempo, é, sem sombra de dúvida, uma demanda sobre a construção civil, vai gerar emprego, vai gerar melhorias nas cidades.

A presidente explicou que serão priorizados projetos em fase avançada de elaboração, para garantir agilidade na conclusão das obras. Outro critério será beneficiar aqueles que gerarem maiores efeitos sobre a população das 75 cidades.

Flexibilização das licitações

Assim com as obras do PAC, os projetos contemplados com o recursos do PAC da Mobilidade também serão realizadas pelo RDC (Regime Diferenciado de Contratação), que dá maior flexibilidade às licitações, para que os processo sejam realizados de forma mais rápida.

O PAC Mobilidade é a parte do Programa de Aceleração do Crescimento do Governo que cuida dos projetos de transporte público dentro das cidades. Em abril, o Planalto anunciou o programa para grandes cidades, que injetou R$ 32 bilhões em projetos de mobilidade em locais com mais de 700 mil habitantes.

Fonte: marataizes.com.br