Cursos profissionalizantes da Seter não param nas férias

A Secretaria de Estado de Trabalho, Emprego e Renda (Seter) deverá formar, até o final deste ano, mais de 12 mil trabalhadores em todo o Pará. Cursos profissionalizantes estão sendo ofertados em todas as regiões do estado, que apresentou superávit na formação de novos postos de emprego no primeiro semestre de 2012.

Segundo o último estudo divulgado pelo Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese), nos últimos 12 meses (Jun/11-Mai/12), foram feitas em todo o Estado 375.751 admissões contra 323.541 desligamentos, gerando um saldo positivo de 52.210 postos de trabalho. Os setores de atividades econômicas em destaque na geração de empregos formais em todo o Pará são: Serviços, Comércio, Construção Civil, Extrativo Mineral, Indústria de Transformação e Agropecuária.

Os cursos de capacitação ofertados pela Seter seguem esta tendência. Por meio de pesquisas que avaliam os resultados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e Instituto de Desenvolvimento Econômico, Social e Ambiental do Pará (Idesp) e as demandas espontâneas dos municípios, a secretaria desenvolve o planejamento para formação dos cidadãos. “O Pará tem como absorver estes trabalhadores que estão sendo formados. Os setores de serviços e construção civil estão crescendo, isso é um reflexo do aumento da renda dos paraenses. Estamos capacitando mão de obra para atuar neste mercado, gerando mais emprego e renda em todo o Pará”, explica Lizia Betty Nogueira, técnica dos Programas Especiais da Seter.

Desde maio deste ano quatro convênios foram formados, ofertando 1800 vagas na Região Metropolitana de Belém e Curuçá. A partir de agosto mais nove serão feitos, atendendo um total de 5700 mil cidadãos. Ana Cléia Abreu, 34 anos, é dona de casa e não tirou férias para concluir o curso de recepcionista oferecido aos moradores do bairro do Guamá, em Belém. “Desde que eu casei nunca trabalhei, criei meus filhos e cuidei de casa, mas agora resolvi retomar meus estudos e fazer este curso para obter uma formação. É importante se preparar para entrar no mercado de trabalho, conhecimento nunca é demais”.

A pedagoga Ana Cristina é a coordenadora dos cursos que estão sendo ofertados no Guamá. Ela diz que estão sendo ministradas aulas de cabeleireiro, recepcionista, operador de caixa e técnico de vendas e que a procura pelas vagas superou as expectativas. “Estes cursos realizados pela Seter dão condição técnica para os alunos exercerem a função para qual foram qualificados. A comunidade do Guamá está animada, a procura foi muito grande, e mesmo em julho, nas férias, eles não faltam as aulas”.

Além dos convênios, a Seter possui o Projovem Trabalhador, que é realizado em parceira com o Ministério do Trabalho. A meta é formar 5 mil jovens em todo o estado. “O projeto já começou em 12 municípios na região do Guamá, Caeté e Rio Capim. Na próxima segunda-feira (16) iremos iniciar os trabalhos em mais 10 municípios da região oeste do estado. As principais vagas ofertadas são para a Construção Civil, Pesca e Psicultura e cursos na área de metalurgia, atendendo uma demanda da região que está recebendo grandes projetos”, diz Lizia Betty Nogueira.

Fonte: pa.gov.br