Construção civil se destaca com alta em semana de queda

As mudanças nas regras da poupança anunciadas ontem pelo governo são um sinalizador de que a Selic pode continuar caindo neste ano. A queda da taxa básica de juros poderia aumentar o crédito ao consumidor na compra de imóveis e essa expectativa já é suficiente para levar alta aos papéis.

No início do dia, o Índice Imobiliário (IMOB) era um dos únicos que subia na bolsa. Agora, o indicador reverteu a tendência, mas ainda mantém bom desempenho, com uma queda de 0,01% num dia em que o Ibovespa cai perto dos 2%.

“Essa alta já começou ontem só com as expectativas de mudanças na poupança, que se concretizaram no final do dia”, destaca João Pedro Brugger, analista da Leme Investimentos. Entre as maiores altas do Ibovespa nesta semana, o destaque fica com papéis desse setor, com PDG Realty subindo mais de 8% no período até o momento.

Além das expectativas, a alta tem um motivo técnico também impulsionando. “Em 2011 e um pouco neste ano essas ações caíram muito, então também há um fator de correção no preço”, diz Leonardo Zanfelicio, analista da corretora Concórdia.

O possível risco de faltar fundos para financiamentos imobiliários, já que a maior parte dos recursos para essa categoria vem da poupança, foi afastado pelos analistas. “A tendência é que o mercado desenvolva novos produtos e fontes para financiamento”, diz Zanfelicio.

Fonte: exame.abril.com.br