Concessionária do Aeroporto de Viracopos apresenta projeto de novo terminal de passageiros

Edifício teria energia solar e sistema de reaproveitamento de água de chuva. Proposta prevê ainda a construção de hotéis, shoppings centers e centro de convenções no local

A concessionária Aeroportos Brasil Viracopos apresentou nesta semana o projeto de ampliação do Aeroporto Internacional de Viracopos, em Campinas, interior de São Paulo. Durante os 30 anos de concessão, a empresa pretende realizar cinco ciclos de obras, que vão aumentar a capacidade do aeroporto para 80 milhões de passageiros por ano.

O primeiro ciclo de obras prevê R$ 1,4 bilhão de investimentos na construção de um novo terminal de passageiros, com capacidade para receber 14 milhões de usuários por ano. O terreno do local está sendo preparado para a terraplenagem, que vai movimentar 2,5 milhões de m³ de terra. A previsão é que a etapa de fundação seja iniciada na primeira quinzena de outubro.

A estrutura será construída em concreto, aço e vidro e ainda terá 28 pontes de embarque. Além disso, serão construídas sete posições remotas de estacionamento de aviões e um edifício-garagem com quatro mil vagas.

Este edifício será conectado ao terminal por uma ponte coberta e contará com restaurantes, loja de aluguel de carros e escritórios dos órgãos públicos federais. A estrutura também permitirá uma futura expansão vertical, com escritórios comerciais e um hotel. A previsão é que este primeiro ciclo de obras seja concluído em maio de 2014.

O projeto completo dos cinco ciclos prevê a construção de um “aeroporto cidade”, com hotéis, shopping center e centro de convenções, além de incluir células fotovoltaicas no telhado do aeroporto e sistema de reutilização da água da chuva. A concessionária teve a colaboração da projetista holandesa Naco no projeto, além de contar com consultoria da empresa Flughafen München GmbH (FMG), operadora do Aeroporto de Munique.

Os outros ciclos de obras somarão R$ 7 bilhões em investimento. A última etapa, que prevê alcançar a capacidade de 80 milhões de passageiros por ano, será iniciada em 2038.

O processo de transferência de operação do aeroporto, que antes era administrado pela Infraero, foi iniciado em agosto, mas a concessionária Aeroportos Brasil só terá o controle exclusivo do aeroporto em fevereiro de 2013.

Revitalização

A empresa também anunciou que vai investir R$ 69 milhões na revitalização do atual terminal de passageiros do aeroporto. As intervenções, iniciadas em agosto deste ano, devem ser concluídas no primeiro trimestre do ano que vem.

Entre as obras, está a ampliação dos sanitários e das áreas de embarque, que passarão de 2.396 m² para 5.814 m². Além disso, serão feitas obras complementares no Módulo Operacional Provisório (MOP), com a instalação de novas esteiras de bagagem.

Já na área externa do Aeroporto de Viracopos também foram iniciadas as obras de implantação de uma passarela de 600 metros de extensão que ligará os bolsões de estacionamento ao terminal de passageiros.

Fonte: piniweb.com.br