Canadá procura 320 mil trabalhadores para as obras

Governo canadiano anunciou ontem que vai abrir as portas à imigração para a construção civil nos próximos oito anos.

O Canadá está pronto para acolher, já a partir de janeiro, três mil trabalhadores estrangeiros qualificados para trabalhar na construção civil, de modo a responder à necessidade de preencher 320 mil vagas de emprego, segundo revela o jornal espanhol “El País”.

Eletricistas e soldadores são as principais profissões procuradas e o ministro da Cidadania e Imigração canadense, Jason Kenney, informa que a fase inicial do programa, que entrará em vigor a 2 de janeiro de 2013, é apenas um começo modesto relativamente ao total de trabalhadores estrangeiros que serão acolhidos nos próximos oito anos.

“Para evitar a acumulação de pedidos de trabalho começamos com três mil trabalhadores, mas sublinho que esse número vai crescer”, disse Kenney disse em conferência de imprensa realizada ontem em Toronto.

Este anúncio foi elogiado pelas organizações empresariais canadenses, que há anos pedem mudanças no sistema de imigração. A maioria dos imigrantes no Canadá têm educação universitária e há muito que era pedida que fosse facilitada a entrada de pessoas com profissões em áreas muito procuradas, como é o caso da construção civil.

“A imigração não será a resposta total aos nossos problemas futuros neste sector, mas é uma parte importante”, disse Michael Atkinson, presidente da Associação Canadense de Construção Civil.

 

Fonte: expresso.sapo.pt