Aumento nos acidentes na Construção Civil provoca mudanças nas normas regulamentadoras do setor

Com o intuito de reduzir os acidentes na construção civil e promover a correta utilização de equipamentos, 5ª Jornada de Segurança na Construção Civil será realizada pela Casa do Construtor para profissionais do setor preocupados com a prevenção de acidentes

Profissionais da Construção Civil estão expostos aos mais variados riscos em seu ambiente de trabalho: equipamentos utilizados de maneira incorreta, falta de itens de segurança e até andaimes improvisados expõem não só a saúde, mas a vida dos trabalhadores. Com o aumento no número de acidentes, as normas regulamentadoras do setor estão mudando e é necessário que os profissionais se adéquem a elas.

No dia 26 de abril, tais profissionais têm um compromisso importante: a 5ª Jornada da Construção Civil, realizada pela Casa do Construtor no Hotel Tauá, na cidade de Atibaia (SP).

O evento reunirá especialistas que sabem que a prevenção de acidentes é a melhor maneira de ter qualidade de trabalho em uma obra. “Das atitudes simples às mais elaboradas, é preciso conscientizar os operários, engenheiros, mestres-de-obras e até quem não é profissional, mas se ‘aventura’ em atividades relacionadas à construção, que há regras a serem seguidas para evitar acidentes”, comenta Expedito Arena, sócio-diretor da Casa do Construtor, engenheiro civil e especialista em equipamentos para a construção.

A Casa do Construtor é uma rede com mais de 120 franquias que atuam com locação de equipamentos para a Construção Civil. A marca está em 20 estados e abre a oportunidade de participar da Jornada a clientes de todas as suas lojas e demais interessados no setor. “Os clientes são nossos parceiros e, por isso, devem receber informação privilegiada quanto à utilização dos equipamentos de maneira correta, atendendo 100% às normas de segurança vigentes”, explica Arena.

Ele comenta que o Brasil registra anualmente, em média, 23 mil acidentes de trabalho no setor. Ainda que a Casa do Construtor só trabalhe com fornecedores homologados e siga as normas à risca, não impede que acidentes ocorram, normalmente pelo mau uso dos equipamentos. Arena vê três principais causas para este grande número de acidentes no setor:

– Falta de mão-de-obra especializada;
– Falta de conscientização quanto à necessidade de utilizar equipamentos de proteção individual e coletiva;
– Falta de informação quanto às normas e condições de meio ambiente na indústria da construção civil.

Procurando minimizar estes problemas, a 5ª Jornada de Segurança na Construção Civil trará para discussão alguns temas relacionados à segurança nas obras e na utilização dos equipamentos, dos quais participam técnicos e engenheiros de segurança, clientes e pessoas interessadas no assunto. “Todos devem e podem colaborar para melhorar as condições e o ambiente de trabalho na construção civil”, analisa o engenheiro.

Confira a programação:

Tema: A importância da Segurança na Construção Civil
– Eng. Expedito Arena – Sócio-franqueador da Casa do Construtor

Tema: Principais alterações da NR-18
– Eng. Antônio Pereira do Nascimento – Auditor Fiscal do Trabalho da SRTE/SP – Coordenador do CPR/SP e Membro do CPN

Tema: Mudança de paradigmas e as interfaces da NR-12 com outras normas regulamentadoras
– Eng. Armando Campos, Mestre em Sistemas de Gestão, Professor da PUC/PR

Tema: A Magia de Viver com Segurança
– Eng. Pedro Manzano, especialista em Marketing pela Fundação Getúlio Vargas e formado em Gestão de Pessoas