Arquivo mensais:maio 2014

Operário morre após cair de prédio em construção

Um operário que trabalhava na obra de construção de um prédio, na altura do número 880 da Ana Bilhar, caiu de um prédio do 22° andar e veio a óbito, na tarde desta quarta-feira, 14. Segundo informações da Coordenadoria Integrada de Operações de Segurança (Ciops), o caso ocorreu por volta das 13h20min.

O Corpo de Bombeiros foi acionado, mas segundo a tenente Juliane, a viatura acabou não se deslocando ao local, pois o homem já estava sem vida. A vítima ainda não foi identificada pelo Sindicato dos Trabalhadores da Construção Civil e foi encaminhada do local pela Perícia Forense.

O POVO Online entrou em contato com a Perícia Forense, mas o responsável pelo necrotério informou que o responsável pela lista de nomes não estava mais no departamento.

fonte: opovo.com.br

Sindicatos assinam Convenção Coletiva de Trabalho 2014/2015

Os presidentes do Sindicato dos Trabalhadores na Construção Civil e do Mobiliário de Brusque e região (Sintricomb), Izaias Otaviano, e do Sindicato das Indústrias da Construção e do Mobiliário de Brusque (Sinduscon), Ademir Pereira, assinaram nesta quarta-feira a Convenção Coletiva de Trabalho 2014/2015. O ato aconteceu pela manhã, no Sintricomb.

A assinatura põe fim ao processo de negociação iniciada ainda em março com assembléias de trabalhadores e que deliberaram sobre as cláusulas da convenção a vigorar até maio de 2015. A Convenção é composta por 39 cláusulas e tem dez páginas. Todas foram mantidas em relação a anterior.

Com exceção dos percentuais de reajustes salariais acertados entre as partes. Ficou definido aumento de 7% nos salários de quem recebe acima dos pisos das categorias, além de percentuais diferenciados, entre 10% e 11,5%, para os pisos.

Os trabalhadores poderão ter acesso à convenção completa no site do Sintricomb (www.sintricomb.com.br).

fonte: diplomatafm.com.br

Cursos profissionalizantes do setor da construção têm inscrições abertas

Sinduscon-PA promove capacitação com apoio do Sebrae e empresa.
Palestras capacitam sobre instalações hidrossanitárias.

O Sindicato da Indústria da Construção do Estado do Pará (Sinduscon-PA) abriu inscrições para capacitação sobre instalações hidrossanitárias, em Belém. De acordo com o sindicato, os cursos de capacitação são importantes para superar um dos maiores entraves no setor da construção no Pará: a falta de mão de obra qualificada.

Nesta terça-feira (13), em parceria com o Sebrae e com uma empresa, o sindicato promoverá duas palestras sobre as perspectivas das Normas de Desempenho em Edificações. A primeira delas que ocorre nesta terça terá como tema central os critérios para as instalações hidrossanitárias. Já a da próxima quinta-feira (15) abordará os principais problemas nestas instalações.

As palestras são direcionadas a engenheiros, arquitetos, instaladores, técnicos em edificações, estudantes de engenharia civil e demais interessados e serão ministradas na Central de Serviços do sindicato pelo engenheiro de assistência técnica Paulo César Corrêa Vieira. A inscrição pode ser feita pelo site do sindicato e o custo será a doação de um brinquedo.

“Na primeira palestra iremos tratar dos novos critérios que as instalações hidrossanitárias devem atender para que as edificações tenham o seu pleno funcionamento, focando também nas responsabilidades de construtoras, fabricantes de materiais, projetistas, incorporadores e usuários. Já na segunda, o assunto será a ocorrência de danos nas instalações prediais, analisando o diagnóstico e a terapia para correções e ações preventivas”, comenta o presidente do Sinduscon, Marcelo Castelo Branco.

Mercado
Para atuar na área de instalações hidrossanitárias, é necessário que o profissional tenha passado por um curso técnico preparatório ou já estar trabalhando no setor da construção civil, passando por todas as etapas desde ajudante, meio-profissional até chegar a encanador.

Os cursos mais indicados são os técnicos em instalações hidráulicas, hidrossanitárias, residencial, predial e industrial. A profissão exige um profissional atento, capacitado e constantemente atualizado quanto às normas técnicas de desempenho em edificações. Entre suas principais atribuições está o planejamento e execução de toda a parte hidráulica e sanitária da obra, incluindo o cálculo de dimensões, altura e níveis de água.

O profissional capacitado pode atuar como autônomo, prestador de serviços. Ele também é encontrado na construção civil, em cargos como bombeiro hidráulico, encanador ou encarregado de hidráulica. A média salarial fica em torno de R$ 1.700 e R$ 2.800 mensais.

Serviço: As inscrições para as palestras podem ser feitas na Central de Serviços do Sinduscon, localizada na avenida Nazaré, 649. Mais informações: (91) 3241-8383

fonte: g1.globo.com