Arquivo mensais:março 2013

Trabalhador da Construção civil quer aumento real de 5%

Hoje, às 11:30horas, o Sindicato dos Trabalhadores da Construção Civil de São Paulo, liderado por Antonio de Sousa Ramalho, o Ramalho da Construção, vai fazer a entrega da pauta de reivindicações da categoria relativa à Convenção de Trabalho, cuja data-base é 1º de maio.

O ato acontecerá na sede do sindicato patronal, o SindusCon-SP, localizada na Rua Dona Veridiana, número 55, bairro paulistano de Santa Cecília.

A pauta é a seguinte:

. Reposição do INPC (inflação) cheio;
. Aumento real de 5%;
. Cartão magnético de R$ 220,00 para compras no supermercado, privilegiando a família do trabalhador;
. Refeição no local de trabalho com orientação de nutricionistas habilitados;
. De dois em dois dias, a vestimenta do trabalhador deverá ser lavada, passada e entregue no local de trabalho;
. Fornecimento de um par de botas a mais;
. Que as empresas filiadas ao Seconci-SP contribuam efetivamente para aquela entidade, facilitando o acesso à saúde ao trabalhador e seus dependentes;
. Que o Seconci-SP passe a atender os aposentados e seus dependentes.
. Seguro de Vida no valor de R$ 75 mil;
. Instituição da OLT – Organização por Local de Trabalho.

Ramalho da Construção quer pautar a negociação pelo diálogo democrático e transparente entre as partes, mas já está mobilizando os trabalhadores para que se defendam diante de qualquer impasse.

fonte: mundosindical.com.br

Governo espera recuperar fôlego do PIB com setor de construção civil

Segmento entra duas vezes no cálculo das riquezas do país e por isso técnicos do Ministério da Fazenda acreditam que impulsioná-lo pode ser determinante para que o país alcance taxas de crescimento mais robustas
Com receio de que a economia patine novamente em 2013, o governo vai apostar suas fichas no setor de construção civil para impulsionar o Produto Interno Bruto (PIB) e não repetir o resultado frustrante do ano passado, uma expansão de apenas 0,9%.
Como o segmento entra duas vezes no cálculo das riquezas do país — na indústria e nos investimentos —, técnicos do Ministério da Fazenda acreditam que impulsionar o segmento pode ser determinante para que o país alcance taxas de crescimento mais robustas no decorrer deste ano.
Para isso, em 28 de dezembro, o Executivo publicou a Medida Provisória 601, que desonera e dá outros benefícios às empresas do ramo. Mas os incentivos começam a ter efeito a partir de abril.
Para o governo, a construção civil se tornou tão importante que, durante 2012, a equipe econômica turbinou a concessão de crédito imobiliário por meio dos bancos públicos, reduziu os juros e tentou dar agilidade aos programas sociais que envolvem o sonho da casa própria.

Abertas inscrições para oficina para mulheres na construção civil

Inscrições são gratuitas. Atividade é destinada a mulheres interessadas em entrar no mercado de trabalho no ramo da construção civil.

Estão abertas até o dia 05 de março as inscrições para o Projeto Cimento e Batom, que desenvolverá a oficina de Pedreira de Alvenaria para mulheres que residem em Novo Hamburgo. As interessadas podem entrar em contato pelos telefones 3594-8128 e 3035-1307 ou ainda pelo e-mail mulher@novohamburgo.rs.gov.br.

As inscrições são gratuitas. A atividade é destinada a mulheres interessadas em entrar no mercado de trabalho no ramo da construção civil.

Serão abertas 40 vagas. A oficina terá duração de 14 horas e será realizada nos dias 07 e 08 de março. As aulas ocorrerão das 9 às 12 horas e das 14 às 17 horas, na sede do SINDUSCON-NH (Avenida Nações Unidas, 2120, Loja 1 – Rio Branco).

A iniciativa é do Governo do Estado, através da Secretaria Estadual de Políticas para as Mulheres – SPM, em parceria com a Prefeitura, por meio da Coordenadoria de Políticas Públicas para as Mulheres – Cmulher, da Betonex, da Kimarco, do Sindicato das Indústrias da Construção e do Mobiliário de Novo Hamburgo – SINDUSCON-NH e da Organização Não Governamental – ONG Mulheresem Construção. Aatividade faz parte da Semana da Mulher, que terá início no dia 8 de março.

fonte: novohamburgo.org