Arquivo mensais:agosto 2012

Nova norma de concreto dosado em central entrará em vigor no próximo mês

NBR 7212 inclui requisitos para a dosagem, mistura, transporte, recebimento e armazenamento do material fresco, além do controle de qualidade do serviço.

A NBR 7212, que trata dos procedimentos de execução de concreto dosado em central, entrará em vigor no próximo dia 7 de setembro. A revisão do texto de 1984 foi feita pelo Comitê Brasileiro de Cimento, Concreto e Agregados (CB-18) da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT) com o objetivo de acompanhar o desenvolvimento tecnológico da área.

Em junho deste ano, Inês Battagin, superintendente do CB-18, afirmou que o processo de atualização do texto foi iniciado em 2010. A nova versão, segundo ela, mantém o mesmo escopo da original e estabelece requisitos para a execução do concreto dosado em central, incluindo operações de armazenamento dos materiais, dosagem, mistura e transporte do concreto fresco.

Além disso, o novo texto trata do controle de qualidade interno do concreto na central e dos requisitos de recebimento que complementam o que está previsto na NBR 12655, relacionada ao preparo, controle e recebimento do concreto.

Entre as novidades da nova NBR 7212, estão as determinações relativas ao concreto autoadensável, ao esclarecimento dos requisitos para as tolerâncias de dosagem do concreto, às prescrições de desgaste de equipamentos e às informações sobre o preparo do concreto em centrais misturadoras.

Inês Battagin afirmou que, assim como o texto de 1984, a nova norma não se aplica às operações que acontecem após a entrega e recebimento do concreto fresco na obra. “O comitê procurou essencialmente incorporar os avanços tecnológicos do setor que estabelecem as diversas normas brasileiras que de alguma maneira complementam a NBR 7212”, finaliza.

Fonte: piniweb.com.br

Operário da construção civil é assassinado a tiros ao lado do irmão no bairro dos Bancários, na Capital

O operário da construção civil   Miguel Fernandes, 26 anos, foi executado a tiros no início da manhã desta segunda-feira (21) em João Pessoa.

De acordo com a polícia, por volta das 06h30 a vítima estava chegando de moto numa obra, na comunidade Jardim São Paulo, nos Bancários, onde trabalhava na companhia de um irmão. Ele foi surpreendido por dois homens que também estavam numa moto XTZ azul e já chegaram atirando.

 Miguel Fernandes foi atingido com vários disparos e morreu no local, enquanto que seu irmão não sofreu nada.
 A polícia iniciou as investigações e buscas, mas acusados não foram presos.
 A família da vítima não quis falar sobre o que aconteceu.

Homem sobrevive com barra atravessada na cabeça

Jovem de 24 anos foi submetido a uma cirurgia de cinco horas.

Um brasileiro operário da construção civil sobreviveu a um acidente inacreditável. Ele foi atingido por uma barra de ferro com mais de dois metros em cheio na cabeça, quando trabalhava numa obra no Rio de Janeiro.

O metal perfurou o capacete, atravessou o crânio e rasgou-lhe o cérebro. Perfurou o lobo parietal (parte posterior da cabeça) e saiu por entre os olhos. Tudo aconteceu na última quarta-feira.

O jovem de 24 anos teve sorte: a barra de ferro não atingiu nenhuma zona sensível do cérebro. Ele foi submetido a uma intervenção cirúrgica de cinco horas, que lhe reconstituiu toda a região perfurada, avançou, esta sexta-feira, a autoridade de saúde do Rio de Janeiro, citada pelo G1.

O rapaz está lúcido e tem passado bem, dada a gravidade da lesão.

Fonte: tvi24.iol.pt